Pausa para prozear =)

31 dezembro, 2012

Repassando 2012

Nem tudo são flores repassando o ano, mas vamos lá. O 2012 já teve sua hora, mas teve seus momentos. Aprendi coisas novas, reencontrei queridos, conheci pessoas incríveis e FDP tb (sabe como é, pra dar um sacode à vida, deixar + alerta e dar + valor aos q não são)... Devi, paguei e devi de novo. Trabalhei, me encantei, xinguei,chorei, ri, chorei e ri ao 'mermo' tempo... Perdi algo querido, mas tenho que seguir; caí, levantei, tropecei, levantei, tombei , levantei de novo, cansei de cair e levantar, mas de pé. Bom, tô com saúde, tenho sorrisos no meu caminho e amanheceres que me encorajam... Por todo um lado, com certeza o saldo foi positivo. 2013 não quero me desejar muito pra não cair do cavalo, apenas que eu não desanime e termine de pé novamente, o resto é lucro. E que venha 2013! 

As fotos que marcaram 2012

Veja 'As fotografias que marcaram 2012'  ( Fonte: Fotografe uma Idéia!)

fotos_2012_48.jpg

28 dezembro, 2012

Tayson =}

 De repente um não querer que o ano acabe só pra não ter sensação de que deixei o que amei no ano passado, como página virada. Taí a única coisa que não aprendi a lidar: a perda; aliás, ninguém. 
Embora, eu nunca tivesse ou tenha medo de morrer, mas perder alguém...a idéia de olhar e não mais ver nesse sentido... 

Conforme uma vez li, que "gente feliz não enche o saco", acrescento o que acho mais importante: principalmente, de si mesmo. E, nesse caso,vai o meu famoso ' o jeito é'.  Se o tempo dele se cumpriu, preciso respeitar e deixá-lo ir leve e desimpedido sem culpa de minha tristeza. Afinal, ele não merece tristeza pois em vida só me deu alegria. O que importa, é que foi amado e não será esquecido.
E para terminar poeticamente, pois me era poesia.

Onde estiver sempre me trará um sorriso agradecido, nascido do nada, vindo de uma lembrança deixada. 

O jeito é : Digerir e bola pra frente, que venha 2013 =}

Tayson: R.I.P 27/12/12 aos 12 anos. Já faz falta...

24 dezembro, 2012

Mensch entrevista Jairo Goldflus

"Uma vez, há uns 20 anos, fiz um workshop com Lucien Clergue, que foi um gênio da fotografia, e ele sugeriu que não pode ser chamado de fotógrafo o cidadão que não tem menos de 40 anos de observação fotográfica, concordo com ele! Eu sou calouro." Jairo Goldflus à revista Mensch. 

VER intrevista na íntegra


Fonte: Mensch revista digital sobre o universo masculino.

Pressentimento...

Amanheci com sensação de alguma coisa no ar...
Sabe, por mais que eu tente entender, certas coisas me desafiam os questionamentos.

Sinceramente, não fico á vontade quando há algo que não 'exprico'...rss Embora, no desenrolar da carruagem, venham como um livro aberto. O jeito é o de sempre, deixar que o tempo abra o livro e ficar antenada...

Bom, dia de Natal e cigarra cantando lá fora que é hora de 'curtir ' o dia que tá lindo! E aproveitar as férias da filhota aqui, relembrar os meus remotos tempos de skate...rss.










21 dezembro, 2012

KS

Nossa, a campanha publicitária de primavera/verão de 2013 da Rebrum, veio embalada com um som de uma banda (Kula Shaker) que não ouvia a tanto tempo... achei 'felizérrima' =)


20 dezembro, 2012

Clima de Natal

O clima natalino tá total! Adoro, mais que a própria noite..rss
As lembranças praticamente já resolvidas, casa enfeitada... Óbvio que muito pisca-pisca e velas, gosto de muita luz e maçãs (prosperidade^^) no Natal.
 Agora, me passa tanta coisa no Natal... reflexões, lembranças, saudades,... até aquela pontada de culpa quando se pensa num lado do mundo tão injusto, pelos que não tem ceia... Acho que é por isso, que a alegria contagiante fica um pouco restrita na noite, quando não se é mais criança. 
Traz a consciência de uma noite para se valorizar, agradecer, repensar e no que posso fazer para melhorar algo ou levar um sorriso... Ainda reforça o sentimento e o valor de quem amamos. O Natal é mais que uma celebração católica, é tradição de família, de união, amor, fé e infância. Embora eu não seja católica apostólica romana, celebro por ser esse ponto de encontro comigo mesma, com os meus valores e com a família.


(Foto by AC. Lara)

Manoel de Barros



Aqui 'Minha Homenagem a Manoel de Barros'


 "Quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito." 

15 dezembro, 2012

Chuva

E lá vem ela me lavar a alma... =) Amo banho de chuva, beijo na chuva,...já peguei onda na chuva...rss
Fui batizada em águas correntes e acho que herdei a perseverança e a flexibilidade das águas. A chuva me lembra um tempo que não é meu, me revigora, me traz serenidade, me acolhe e me envolve...O barulhinho de chuva sempre me traz a mente, o cheiro e a frescura da relva molhada .
Quando vem raio e estrondo, digo que quanto mais barulho melhor...rss Só peço para não trazer tantos prejuízos a ninguém. Veja só, e pensar que na adolescência , eu me pelava de medo quando ouvia trovão. Hoje, a-doro! vai 'expricar'...rss

12 dezembro, 2012

'Hi' !!! Quarta feira =D

Acordei na espectativa de sentir uma 'big' energia em 3D...rss Nunca falou-se tanto em abertura de portais, vórtex, 12:12:12 e outros blás,blás,blás... para o dia de hoje...rss Com todo respeito aos místicos ou aos que precisam acreditar nisso, não é preciso algo acontecer para começarmos a rever nossas vidas =) E não acho que conseguiríamos de um dia para o outro. Há coisas que só podemos nos trabalhar um dia de cada vez, vivendo, percebendo.... Adoro essa palavra : ' perceber', tem  a ver com percepção e pra mim, é essa a essência de muita coisa, a verdadeira percepção.
Uma ótima quarta feira!

Pessoas imperfeitamente perfeitas



Pessoas perfeitamente impecaveis nao existem. Existem sim, as perfeitamente imperfeitas, mas dessas, quero distancia...rss Mas,existem pessoas que erram tentando acertar e as que acertam porque jah erraram. Isso eh o que faz a vida ser fantasticamente normal.
Vejo as pessoas que exigem muita coisa, sem a menor noção  do que realmente querem e ateh delas mesmas. 

Pessoas criticas demais e exigentes demais,repara soh, elas acham defeito em tudo, em todos, em si mesmas... . As vezes, por nao valorizarem ou perceberem o que a vida tem de melhor.Vestem a camisa 'sou triste' e resolvem que nada agrada ... Aih pronto, começam a sufocar ateh a elas mesmas e adotam aquela nuvenzinha negra em cima da cabeça e, se bobear, por 24h. Isso, se nao acompanhar aquele velho e tenebroso bordao facil de ouvir de adolescentes rebeldes (~mãe de uma, eu q o diga...rs): " Oh vida, oh ceu...como sou infeliz...". Realmente, ninguem merece ... rsrs
Vivemos o ibope da tristeza, todos querem ou precisam ter pena, fico pensando se talvez seja, para amenizar os próprios problemas. Quanto aos felizes, são vistos como os esquerdistas veêm a burguesia...rs com o máximo despeito. A felicidade alheia é ignorada e virou alvo de críticas dos incomodados. A que ponto chegou a miséria da alma humana...rs

Nao sou muito chegada a alimentar tristezas, embora, ache que o momento de tristeza seja importante ateh mesmo, para saber vivenciar bem melhor os momentos de alegria. Também, para descarregar a alma... achar -se consigo mesmo, mas nao para perder-se nela. Ateh mesmo, porque se perder nela nao transforma nada. Ou seja, nao vale a pena.

Reflexao de Domingo ...


Em um mundo, cada vez mais  cético e passivo, fica cada vez mais difícil se esperar  mudanças que possam definir um futuro melhor.  Um mundo, onde muitos entregam-se de bandeja em troca de dinheiro, depois ainda se questionam do porque de nao serem pessoas  satisfeitas. 
Um mundo formador de almas egoístas, focalizado apenas no quanto se pode tirar de vantagens. 

Banaliza-se vidas, a natureza eh destruída e o sagrado revelou-se num altar onde se adora o poder sobre algo ou alguem, a verdade eh essa. Igrejas lotam de pessoas fervorosas, mas que quando estao nas ruas e em seus lares, pregam uma biblia bem diferente e  imprópria a olhos divinos. Existe quem chame de hipocrisia, eu ainda nao entendi do que chamar...

Tenho ojeriza a sistemas ou pessoas que se dedicam  a auto-piedade como desculpa para qualquer coisa. Fica pior quando perante ao que deveria realmente sentir piedade, muitas pisam sem o menor pudor e com a maior frieza, quase psicopata em troca de um dos chamados 'pecados capitais', tratando outras vidas como se fossem porra nenhuma. O caso de Altamira ( Belo Monte) eh um exemplo disso.

Bom, nesse feriado, comemora-se a Páscoa dos cristãos, tipo de época que mais reflito sobre essas coisas e a contraditória fe de muitas pessoas. Mas tenho que admitir, que quando vejo uma procissão passar, mesmo nao sendo católica, nao deixo de ver a beleza da terra, a força da raiz, a garra e a união de corações  esperançosos... Quem dera pudesse segurar esse momento e preservar esse espirito...  Quem dera um computador pudesse, salvar para depois, poder copiar e colar em todas as almas para recuperar essa garra, manter essa paz e essa energia. Lembrar sempre de quem somos, o que somos e o que podemos...

Precisamos, alem de rezas, fazer um mundo melhor, educar melhor, ver no quanto precisa se melhorar... Algo, com certeza precisa ser repensado, basta ler o jornal.

E aih, que musica a sua banda toca?


Existe algo mais irritante que uma pessoa morna?  Pessoa morna pra mim, eh aquela que sempre bate nas mesmas teclas, mas nao aperta o 'enter'... faz que acontece, mas nao acontece. Nao enxerga ou vive mergulhada em fobias perante seus proprios desafios; vive naquele ritmo 'gente ninguem merece' que nunca te surpreende por ser e estar  sempre do mesmo jeito, previsivel demais. Fala e exige muito mais do que faz  e voce sempre se pergunta ' afinal, essa banda vai  mesmo tocar ou nao? ' pois aceleram , mas nao dao a arrancada...rs  Nao se transformam, nao mudam, nada...
Qualquer pessoa que prefira menos criticas e mais atitudes, com certeza vai se incomodar com qualquer tipo de estagnação ou apatia, com uma personalidade avessa a tudo.
Certa vez, assisti a um video  muito interessante de um filosofo que gosto muito Paulo Ghiraldelli, sobre a liberdade e a identifiquei muito com alguns tipos de pessoas mornas e pior , percebi que eu jah fui um tipo de pessoa morna, a com medo de viver... mas diferente do passaro do video, percebi que tinha que voar.
O que faz uma bagagem de vida, sao os tipos de experiências que se tem e existem duas, a com sal e a sem sal, eu prefiro o gosto bem temperadinho e amor intenso.
Nao gosto de rotina, mas nao fujo dela.Algumas rotinas sao necessarias, mas buscar incrementa-la eh como numa relação, soh melhora.

Um dos exemplos de coisas morninhas que vejo acontecendo eh a questao da classe media brasileira, na questão politica desse pais, passiva e patetica demais.

E aqueles seres infernais que tudo e todos têm defeitos, esses põem ateh em si 'mermos'... tipinhos 'peh no saco', que seres espertos, fogem de carregar. Acho um jeito de esconder as proprias frustrações. Aconselharia nesse caso, alem de um puto 'update' espiritual, rever as caoticas teorias...

Li  essa frase que a-dorei, de uma menina no facebook, pena que nao lembro quem e encaixa como uma metáfora aqui, que o negocio eh 'deixar de ser boazinha  e começar a ser gostosa'....rsrs
Uma boa dica para sacudir os que tem um jeito morno de ser: " Tah na hora de deixarem de ser soh bonzinhos ou que seja, 'quarquer' coisa  'inho (a)' e começarem a ser gostosos nessa vida... rs

Deixando claro, que embora inaceitável, eu respeito quem escolhe a limitada opçao de ser uma pessoa morna ou pseudo-quente. Agora politicamente falando, nao aceito e nem respeito, pois a vergonha eh absurda.

NÃO EXISTEM 'PRÍNCIPES ENCANTADOS' E DAIH?



'NÃO EXISTEM 'PRÍNCIPES ENCANTADOS' E DAIH? MAS EXISTE QUEM SAIBA TE FAZER FELIZ!' . 

Uma vez li essa frase e adorei. Lembrou-me um pouco de um livro que li "Complexo de Cinderela", quem o leu deve ter entendido um pouco onde estou querendo chegar. O livro trata da busca de algumas mulheres por algum refugio no sexo masculino, ficam a espera pela chegada do homem que a libertarah de todos os problemas e tal... 

A impressão que tenho, que nesses novos tempos, a dependencia de muitas mulheres seja mais emocional do que financeira e aih, entram ambos os sexos. Nesses  tempos contraditorios de mais conexão e menos tato. Alias, nao sou a primeira pessoa que diz isso.

E existe essa dependencia do amor do outro, do olhar do outro, da opiniao do outro para se confortar e ser sentir alguem... Isso nao faz nem sentido e nem faz bem... Vejo uma mareh de baixa estima capaz de trazer um medo enorme de estar soh e com isso, frustrações, que muitas vezes sao obvias.
Satisfação e segurança nao se encontra em ninguem, eh preciso carrega-los dentro de si. Acredito que quando se acredita de verdade, pode-se muito, que somos o que pensamos e que, uma coisa atrai a outra.


O fato também dos homens nao serem príncipes encantados, também nao quer dizer que vou acha-los sapos, principalmente, porque também nao sou uma princesa encantada...rs. 
Nao adianta, pessoas perfeitas nao existem. Ainda mais, que o que pode parecer perfeito para mim, pode nao ser pra você.  A pessoa pefeita, ao meu ver, eh, aquela que sabe te valorizar,a que te faz rir das próprias bobagens e ponto final.  Almas sempre se encontram e se encaixam perfeitamente, agora, a partir do momento que nao se procura do jeito impossivel de se achar.

Estando dispostos, somos seres humanos prontos para aprender a sermos felizes e seguros de nos mesmos, podendo amadurecer aprendendo mais e criticando menos. Um pode ser melhor que dois, mas a troca do um mais um, eh insuperável, seja qual for. 

Julgue-me se for capaz!


"É mais fácil separar a água do vinho que a hipocrisia da verdade no julgamento das ações humanas. (Carlos Malheiro Dias)

O julgamento sempre fez parte do ser humano. Peca quando é injusto, baseado na cultura do 'achismo', nas insatisfações pessoais, no preconceito ou no que gostaria que fosse.
Quem julga mal, pensa mal, fala mal e não pensa duas vezes antes de detonar. Há pessoas que chegam a ter orgasmo em detonar o outro, o que não deixa de ter um certo sentido se a insatisfação pessoal for sexo...rs
Basearmos em nossas próprias experiências, passa a ser relevante se pararmos pra questionar se algumas coisas não ocorrem por nós sermos nós, nem todo mundo tem saco para nós também. Sempre é bom levar em conta o histórico de alguém, todos deixamos rastros e não deixar de prestar atenção no nosso.
Já foi o tempo de eu me preocupar com o que os outros vão pensar, se o que importa é a minha cuca sã. Político e vendedor sim, precisam se preocupar em agradar a todos, têm outros interesses, agora eu não neguinho.
O mundo é dinâmico e enlouquece-se querendo agradar todas as pessoas imperfeitas, volúveis e sem falar nas que têm mania de se auto-dominarem críticas. Estas se esquecem nos defeitos dos outros, talvez para fugir deles próprios. Pois  a maior felicidade do ser mal amado é falar mal, é o apelo para mascarar insatisfações, os próprios defeitos ou a raiva de inveja. A inveja, ao contrário do que se pensa, é silenciosa.

Infelizmente, para cada pessoa coerente que se encontra, tem o dobro em imbecis e não pense que estou julgando, estou constatando. Basta ter uma vaga idéia do que ocorre em corrupção, em devastação gananciosa do meio ambiente, em quantos bandidos soltos, em quantos advogados que defendem culpados e o tamanho de gente falando merda pra aparecer seja como for.  E merda é sempre merda em qualquer lugar e é assim, não importa diploma, status,  idade,... o fedor só piora ou não. Mas, como merda pra uns pode não ser merdas pra outros, vou deixar isso pra lá.

 " Quem tem teto de vidro, não joga pedra no telhado do vizinho", quem nunca escutou algo do tipo? Contra-indicado também se for de amianto e mesmo assim, ainda tem muita pedra voando por aí. O pior, é que geralmente, jogam pelas nossas costas porquê como merda pouca é bobagem, apesar de tudo, ainda 'rola' muita covardia.

Ainda existem aqueles seres sombrios, que posam de 'vítimas',invertem o babado, armam, manipulam e você é que fica mal na história, se bobear você pode ser até um anti-cristo, se a pessoa tiver boa interpretação num mundo sem personalidade, fundamentado na fofoca, no 'achismo',  no pode ser, quem sabe, todavia...

Quero falar de coisas boas e esse é um tema que me aborrece, pois quando escrevemos ou lemos sobre algo,acabamos pensando sobre e lembrando fatos que ligam ao tema e se não tomarmos cuidado, começamos a sentir pena de nós mesmos, a pensar nos FDP da vida ou a nos questionar se podemos ter sacaneado alguém ... por aí vai. Há coisas que não merecem se remexidas, mas usadas para se tirar lições e quando valer á pena, que seja para tentar corrigir erros.

 ' Zé Finish'! 

' Desnecessitada'


Essa necessidade de ser necessaria... aprendi que me bastar já é mais que suficiente. Ninguém me merece tanto.    

Gastei muito tempo em minha vida, pensando mais nos outros do que em mim, percebi que me esqueci e aprendi que ninguém valoriza quem se esquece. Melhor pensando, pura babaquice! Esquercer-se de si por alguém é a coisa mais idiota, como valorizar gente assim? Nem as próprias pessoas por quem você se esqueceu,acham que merecem tanto...
 Agora, idiotice sim, fraqueza não. É preciso ter um puta culhão pois sofre as 'rolhas' e ainda ter que segurar a onda e tudo por medo daquela pessoa não voltar. Hoje, estou longe disso, percebi que não existe 'perder' alguém, é aquilo, se perdeu, é por nunca ter sentido algo real à você. Quantas vezes, me castrei ou não falei o que devia para não magoar, não cair mal ou por medo de perder uma pessoa. Descobri que a pessoa perdida, foi eu mesma.Não fui o que podia ser para mim mesma, talvez tivesse evitado muitos sofrimentos na época... mas essa página em branco foi virada, bom para refletir e escrever um post.Pois, ao contrário do que se deve pensar diante disso, não guardo rancores e nem mágoas, mesmo porquê, tenho consciência que só eu fui culpada e é aquilo : ' FUI', não fico me martirizando, nunca esteve nos meus planos também,procurar divâ quando se tem as respostas. Guardo sim, um amor e este, faço questão, pois quando se é capaz de amar assim, assassinar isso chega até ser um pecado hoje em dia, diante de tanto amor falso ou ilusório. O " Eu te amo" virou frase banal e fácil demais de se dizer, para enganar e se enganar também.

O bom disso tudo é ressuscitar com toda força acumulada e anotações acrescentadas da vida no bolso da roupa surrada.
Tudo que é breve, é porquê é fugaz e se boicotar passa a ser um crime contra si mesmo, até  irreversível e ninguém merece ser tão idiota. Como também não quero pra minha velhice, padecer de depressão da culpa do que eu poderia ter deixado que fosse ou do que eu queria e não fiz.ou não disse. E, se culpar pela culpa dos outros é uma 'idiotice-mor' que nunca foi a 'minha praia'.
Não se amadurece com a idade ou com vastas experiências, mas com o que se dispõe a aprender diante da vida. Sendo atento, se descobre muito em poucos, mas sábios detalhes. A natureza é sábia, mas a do ser humano, depende muito dele e mesmo assim, morremos sem saber, além de tudo que podíamos e deveríamos saber.

05 dezembro, 2012

04 dezembro, 2012

Quando a vida tem menos valor que a vaidade

Fico lendo sobre essas notícias de mulheres, que atrás de satisfazer apenas a vaidade, se  arriscam em mesas de cirurgia. Hoje, li que faleceu outra e que um número relevante procura por essas cirurgias.
Acho que aquele clichê cultuado para justificar algumas merdas o tal " o que importa é ser feliz!" não anda sendo honrosamente interpretado. O que importa  'mermo' é aprender a ser feliz como é, isso se chama 'se gostar'. Òbvio que todo mundo quer melhorar algo e melhorar é preciso sempre, pena que algumas não priorizam assim o lado interno, mas ok, por quê não? Afinal, vaidade faz parte do ser humano, preocupante quando passa a ser 'over'. Pôr a vida em risco, ao meu ver, é o cúmulo da insegurança humana. Chega a ser doentio essa busca pelo corpo perfeito, esquecem-se que mais forte que a aparência, é a química e sem química, não rende.  Agora, se facilita? claro, mas o que adianta estar linda e ser burra  ou ciumenta demais, ou frígida ou chata demais, ou grossa demais, ou ser daquelas desequilibradas que gostam de barraco e platéia.
È preciso se preocupar não em acontecer, mas em ser e é isso que marca boa presença.
Não sou perfeita, muito menos ideal, ainda mais uma 'expert', mas tento ver o óbvio e por isso, procuro prestar a atenção em trabalhar o que posso melhorar sadiamente, principalmente, dentro de mim; tentando acertar e sei que tem coisas que faltam, mas pelo menos, estou tentando.A vida me é muito valiosa e já passa  rápido, me podar de viver ou me arriscar só por acreditar que devo ficar bem para os outros, me é algo que beira o surreal. E se alguém me responder que se priva de viver ou se arrisca apenas por ela 'merma' Oo me  'exprica' que não vi nexo.

Não entendo uma pessoa transportar pra outros o termômetro da sua auto-estima, é algo caótico de enxergar a vida e de se vê.  È dar importância demais para o que ou quem não vale, é pensar estar por cima, se pondo abaixo.
E vou te dizer,  precisar de opinião alheia, ainda mais num mundo competitivo, em que tudo vira ameaça ou motivo de recalque e por isso, existem mil almas negras querendo que você se lasque para duas ou três abençoadas que jogam limpo contigo...rs Nem vou entrar muito nisso, pois ando meio equivocada com certas coisas que me aconteceram irrelevantes ao nosso tema e não quero tornar essa prosa pessoal.

Bom, acho que o que somos por dentro reflete muito por fora, seja através da vibração, da expressão, do brilho, do 'up'... O importante é almejar uma alma feliz, generosa, segura, divertida; onde a vaidade sadia seria a cereja do bolo.

Web Analytics