Pausa para prozear =)

31 dezembro, 2012

Repassando 2012

Nem tudo são flores repassando o ano, mas vamos lá. O 2012 já teve sua hora, mas teve seus momentos. Aprendi coisas novas, reencontrei queridos, conheci pessoas incríveis e FDP tb (sabe como é, pra dar um sacode à vida, deixar + alerta e dar + valor aos q não são)... Devi, paguei e devi de novo. Trabalhei, me encantei, xinguei,chorei, ri, chorei e ri ao 'mermo' tempo... Perdi algo querido, mas tenho que seguir; caí, levantei, tropecei, levantei, tombei , levantei de novo, cansei de cair e levantar, mas de pé. Bom, tô com saúde, tenho sorrisos no meu caminho e amanheceres que me encorajam... Por todo um lado, com certeza o saldo foi positivo. 2013 não quero me desejar muito pra não cair do cavalo, apenas que eu não desanime e termine de pé novamente, o resto é lucro. E que venha 2013! 

As fotos que marcaram 2012

Veja 'As fotografias que marcaram 2012'  ( Fonte: Fotografe uma Idéia!)

fotos_2012_48.jpg

28 dezembro, 2012

Tayson =}

 De repente um não querer que o ano acabe só pra não ter sensação de que deixei o que amei no ano passado, como página virada. Taí a única coisa que não aprendi a lidar: a perda; aliás, ninguém. 
Embora, eu nunca tivesse ou tenha medo de morrer, mas perder alguém...a idéia de olhar e não mais ver nesse sentido... 

Conforme uma vez li, que "gente feliz não enche o saco", acrescento o que acho mais importante: principalmente, de si mesmo. E, nesse caso,vai o meu famoso ' o jeito é'.  Se o tempo dele se cumpriu, preciso respeitar e deixá-lo ir leve e desimpedido sem culpa de minha tristeza. Afinal, ele não merece tristeza pois em vida só me deu alegria. O que importa, é que foi amado e não será esquecido.
E para terminar poeticamente, pois me era poesia.

Onde estiver sempre me trará um sorriso agradecido, nascido do nada, vindo de uma lembrança deixada. 

O jeito é : Digerir e bola pra frente, que venha 2013 =}

Tayson: R.I.P 27/12/12 aos 12 anos. Já faz falta...

24 dezembro, 2012

Mensch entrevista Jairo Goldflus

"Uma vez, há uns 20 anos, fiz um workshop com Lucien Clergue, que foi um gênio da fotografia, e ele sugeriu que não pode ser chamado de fotógrafo o cidadão que não tem menos de 40 anos de observação fotográfica, concordo com ele! Eu sou calouro." Jairo Goldflus à revista Mensch. 

VER intrevista na íntegra


Fonte: Mensch revista digital sobre o universo masculino.

Pressentimento...

Amanheci com sensação de alguma coisa no ar...
Sabe, por mais que eu tente entender, certas coisas me desafiam os questionamentos.

Sinceramente, não fico á vontade quando há algo que não 'exprico'...rss Embora, no desenrolar da carruagem, venham como um livro aberto. O jeito é o de sempre, deixar que o tempo abra o livro e ficar antenada...

Bom, dia de Natal e cigarra cantando lá fora que é hora de 'curtir ' o dia que tá lindo! E aproveitar as férias da filhota aqui, relembrar os meus remotos tempos de skate...rss.










21 dezembro, 2012

KS

Nossa, a campanha publicitária de primavera/verão de 2013 da Rebrum, veio embalada com um som de uma banda (Kula Shaker) que não ouvia a tanto tempo... achei 'felizérrima' =)


20 dezembro, 2012

Clima de Natal

O clima natalino tá total! Adoro, mais que a própria noite..rss
As lembranças praticamente já resolvidas, casa enfeitada... Óbvio que muito pisca-pisca e velas, gosto de muita luz e maçãs (prosperidade^^) no Natal.
 Agora, me passa tanta coisa no Natal... reflexões, lembranças, saudades,... até aquela pontada de culpa quando se pensa num lado do mundo tão injusto, pelos que não tem ceia... Acho que é por isso, que a alegria contagiante fica um pouco restrita na noite, quando não se é mais criança. 
Traz a consciência de uma noite para se valorizar, agradecer, repensar e no que posso fazer para melhorar algo ou levar um sorriso... Ainda reforça o sentimento e o valor de quem amamos. O Natal é mais que uma celebração católica, é tradição de família, de união, amor, fé e infância. Embora eu não seja católica apostólica romana, celebro por ser esse ponto de encontro comigo mesma, com os meus valores e com a família.


(Foto by AC. Lara)

Manoel de Barros



Aqui 'Minha Homenagem a Manoel de Barros'


 "Quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito." 

15 dezembro, 2012

Chuva

E lá vem ela me lavar a alma... =) Amo banho de chuva, beijo na chuva,...já peguei onda na chuva...rss
Fui batizada em águas correntes e acho que herdei a perseverança e a flexibilidade das águas. A chuva me lembra um tempo que não é meu, me revigora, me traz serenidade, me acolhe e me envolve...O barulhinho de chuva sempre me traz a mente, o cheiro e a frescura da relva molhada .
Quando vem raio e estrondo, digo que quanto mais barulho melhor...rss Só peço para não trazer tantos prejuízos a ninguém. Veja só, e pensar que na adolescência , eu me pelava de medo quando ouvia trovão. Hoje, a-doro! vai 'expricar'...rss

12 dezembro, 2012

'Hi' !!! Quarta feira =D

Acordei na espectativa de sentir uma 'big' energia em 3D...rss Nunca falou-se tanto em abertura de portais, vórtex, 12:12:12 e outros blás,blás,blás... para o dia de hoje...rss Com todo respeito aos místicos ou aos que precisam acreditar nisso, não é preciso algo acontecer para começarmos a rever nossas vidas =) E não acho que conseguiríamos de um dia para o outro. Há coisas que só podemos nos trabalhar um dia de cada vez, vivendo, percebendo.... Adoro essa palavra : ' perceber', tem  a ver com percepção e pra mim, é essa a essência de muita coisa, a verdadeira percepção.
Uma ótima quarta feira!

Pessoas imperfeitamente perfeitas



Pessoas perfeitamente impecaveis nao existem. Existem sim, as perfeitamente imperfeitas, mas dessas, quero distancia...rss Mas,existem pessoas que erram tentando acertar e as que acertam porque jah erraram. Isso eh o que faz a vida ser fantasticamente normal.
Vejo as pessoas que exigem muita coisa, sem a menor noção  do que realmente querem e ateh delas mesmas. 

Pessoas criticas demais e exigentes demais,repara soh, elas acham defeito em tudo, em todos, em si mesmas... . As vezes, por nao valorizarem ou perceberem o que a vida tem de melhor.Vestem a camisa 'sou triste' e resolvem que nada agrada ... Aih pronto, começam a sufocar ateh a elas mesmas e adotam aquela nuvenzinha negra em cima da cabeça e, se bobear, por 24h. Isso, se nao acompanhar aquele velho e tenebroso bordao facil de ouvir de adolescentes rebeldes (~mãe de uma, eu q o diga...rs): " Oh vida, oh ceu...como sou infeliz...". Realmente, ninguem merece ... rsrs
Vivemos o ibope da tristeza, todos querem ou precisam ter pena, fico pensando se talvez seja, para amenizar os próprios problemas. Quanto aos felizes, são vistos como os esquerdistas veêm a burguesia...rs com o máximo despeito. A felicidade alheia é ignorada e virou alvo de críticas dos incomodados. A que ponto chegou a miséria da alma humana...rs

Nao sou muito chegada a alimentar tristezas, embora, ache que o momento de tristeza seja importante ateh mesmo, para saber vivenciar bem melhor os momentos de alegria. Também, para descarregar a alma... achar -se consigo mesmo, mas nao para perder-se nela. Ateh mesmo, porque se perder nela nao transforma nada. Ou seja, nao vale a pena.

Reflexao de Domingo ...


Em um mundo, cada vez mais  cético e passivo, fica cada vez mais difícil se esperar  mudanças que possam definir um futuro melhor.  Um mundo, onde muitos entregam-se de bandeja em troca de dinheiro, depois ainda se questionam do porque de nao serem pessoas  satisfeitas. 
Um mundo formador de almas egoístas, focalizado apenas no quanto se pode tirar de vantagens. 

Banaliza-se vidas, a natureza eh destruída e o sagrado revelou-se num altar onde se adora o poder sobre algo ou alguem, a verdade eh essa. Igrejas lotam de pessoas fervorosas, mas que quando estao nas ruas e em seus lares, pregam uma biblia bem diferente e  imprópria a olhos divinos. Existe quem chame de hipocrisia, eu ainda nao entendi do que chamar...

Tenho ojeriza a sistemas ou pessoas que se dedicam  a auto-piedade como desculpa para qualquer coisa. Fica pior quando perante ao que deveria realmente sentir piedade, muitas pisam sem o menor pudor e com a maior frieza, quase psicopata em troca de um dos chamados 'pecados capitais', tratando outras vidas como se fossem porra nenhuma. O caso de Altamira ( Belo Monte) eh um exemplo disso.

Bom, nesse feriado, comemora-se a Páscoa dos cristãos, tipo de época que mais reflito sobre essas coisas e a contraditória fe de muitas pessoas. Mas tenho que admitir, que quando vejo uma procissão passar, mesmo nao sendo católica, nao deixo de ver a beleza da terra, a força da raiz, a garra e a união de corações  esperançosos... Quem dera pudesse segurar esse momento e preservar esse espirito...  Quem dera um computador pudesse, salvar para depois, poder copiar e colar em todas as almas para recuperar essa garra, manter essa paz e essa energia. Lembrar sempre de quem somos, o que somos e o que podemos...

Precisamos, alem de rezas, fazer um mundo melhor, educar melhor, ver no quanto precisa se melhorar... Algo, com certeza precisa ser repensado, basta ler o jornal.

E aih, que musica a sua banda toca?


Existe algo mais irritante que uma pessoa morna?  Pessoa morna pra mim, eh aquela que sempre bate nas mesmas teclas, mas nao aperta o 'enter'... faz que acontece, mas nao acontece. Nao enxerga ou vive mergulhada em fobias perante seus proprios desafios; vive naquele ritmo 'gente ninguem merece' que nunca te surpreende por ser e estar  sempre do mesmo jeito, previsivel demais. Fala e exige muito mais do que faz  e voce sempre se pergunta ' afinal, essa banda vai  mesmo tocar ou nao? ' pois aceleram , mas nao dao a arrancada...rs  Nao se transformam, nao mudam, nada...
Qualquer pessoa que prefira menos criticas e mais atitudes, com certeza vai se incomodar com qualquer tipo de estagnação ou apatia, com uma personalidade avessa a tudo.
Certa vez, assisti a um video  muito interessante de um filosofo que gosto muito Paulo Ghiraldelli, sobre a liberdade e a identifiquei muito com alguns tipos de pessoas mornas e pior , percebi que eu jah fui um tipo de pessoa morna, a com medo de viver... mas diferente do passaro do video, percebi que tinha que voar.
O que faz uma bagagem de vida, sao os tipos de experiências que se tem e existem duas, a com sal e a sem sal, eu prefiro o gosto bem temperadinho e amor intenso.
Nao gosto de rotina, mas nao fujo dela.Algumas rotinas sao necessarias, mas buscar incrementa-la eh como numa relação, soh melhora.

Um dos exemplos de coisas morninhas que vejo acontecendo eh a questao da classe media brasileira, na questão politica desse pais, passiva e patetica demais.

E aqueles seres infernais que tudo e todos têm defeitos, esses põem ateh em si 'mermos'... tipinhos 'peh no saco', que seres espertos, fogem de carregar. Acho um jeito de esconder as proprias frustrações. Aconselharia nesse caso, alem de um puto 'update' espiritual, rever as caoticas teorias...

Li  essa frase que a-dorei, de uma menina no facebook, pena que nao lembro quem e encaixa como uma metáfora aqui, que o negocio eh 'deixar de ser boazinha  e começar a ser gostosa'....rsrs
Uma boa dica para sacudir os que tem um jeito morno de ser: " Tah na hora de deixarem de ser soh bonzinhos ou que seja, 'quarquer' coisa  'inho (a)' e começarem a ser gostosos nessa vida... rs

Deixando claro, que embora inaceitável, eu respeito quem escolhe a limitada opçao de ser uma pessoa morna ou pseudo-quente. Agora politicamente falando, nao aceito e nem respeito, pois a vergonha eh absurda.

NÃO EXISTEM 'PRÍNCIPES ENCANTADOS' E DAIH?



'NÃO EXISTEM 'PRÍNCIPES ENCANTADOS' E DAIH? MAS EXISTE QUEM SAIBA TE FAZER FELIZ!' . 

Uma vez li essa frase e adorei. Lembrou-me um pouco de um livro que li "Complexo de Cinderela", quem o leu deve ter entendido um pouco onde estou querendo chegar. O livro trata da busca de algumas mulheres por algum refugio no sexo masculino, ficam a espera pela chegada do homem que a libertarah de todos os problemas e tal... 

A impressão que tenho, que nesses novos tempos, a dependencia de muitas mulheres seja mais emocional do que financeira e aih, entram ambos os sexos. Nesses  tempos contraditorios de mais conexão e menos tato. Alias, nao sou a primeira pessoa que diz isso.

E existe essa dependencia do amor do outro, do olhar do outro, da opiniao do outro para se confortar e ser sentir alguem... Isso nao faz nem sentido e nem faz bem... Vejo uma mareh de baixa estima capaz de trazer um medo enorme de estar soh e com isso, frustrações, que muitas vezes sao obvias.
Satisfação e segurança nao se encontra em ninguem, eh preciso carrega-los dentro de si. Acredito que quando se acredita de verdade, pode-se muito, que somos o que pensamos e que, uma coisa atrai a outra.


O fato também dos homens nao serem príncipes encantados, também nao quer dizer que vou acha-los sapos, principalmente, porque também nao sou uma princesa encantada...rs. 
Nao adianta, pessoas perfeitas nao existem. Ainda mais, que o que pode parecer perfeito para mim, pode nao ser pra você.  A pessoa pefeita, ao meu ver, eh, aquela que sabe te valorizar,a que te faz rir das próprias bobagens e ponto final.  Almas sempre se encontram e se encaixam perfeitamente, agora, a partir do momento que nao se procura do jeito impossivel de se achar.

Estando dispostos, somos seres humanos prontos para aprender a sermos felizes e seguros de nos mesmos, podendo amadurecer aprendendo mais e criticando menos. Um pode ser melhor que dois, mas a troca do um mais um, eh insuperável, seja qual for. 

Julgue-me se for capaz!


"É mais fácil separar a água do vinho que a hipocrisia da verdade no julgamento das ações humanas. (Carlos Malheiro Dias)

O julgamento sempre fez parte do ser humano. Peca quando é injusto, baseado na cultura do 'achismo', nas insatisfações pessoais, no preconceito ou no que gostaria que fosse.
Quem julga mal, pensa mal, fala mal e não pensa duas vezes antes de detonar. Há pessoas que chegam a ter orgasmo em detonar o outro, o que não deixa de ter um certo sentido se a insatisfação pessoal for sexo...rs
Basearmos em nossas próprias experiências, passa a ser relevante se pararmos pra questionar se algumas coisas não ocorrem por nós sermos nós, nem todo mundo tem saco para nós também. Sempre é bom levar em conta o histórico de alguém, todos deixamos rastros e não deixar de prestar atenção no nosso.
Já foi o tempo de eu me preocupar com o que os outros vão pensar, se o que importa é a minha cuca sã. Político e vendedor sim, precisam se preocupar em agradar a todos, têm outros interesses, agora eu não neguinho.
O mundo é dinâmico e enlouquece-se querendo agradar todas as pessoas imperfeitas, volúveis e sem falar nas que têm mania de se auto-dominarem críticas. Estas se esquecem nos defeitos dos outros, talvez para fugir deles próprios. Pois  a maior felicidade do ser mal amado é falar mal, é o apelo para mascarar insatisfações, os próprios defeitos ou a raiva de inveja. A inveja, ao contrário do que se pensa, é silenciosa.

Infelizmente, para cada pessoa coerente que se encontra, tem o dobro em imbecis e não pense que estou julgando, estou constatando. Basta ter uma vaga idéia do que ocorre em corrupção, em devastação gananciosa do meio ambiente, em quantos bandidos soltos, em quantos advogados que defendem culpados e o tamanho de gente falando merda pra aparecer seja como for.  E merda é sempre merda em qualquer lugar e é assim, não importa diploma, status,  idade,... o fedor só piora ou não. Mas, como merda pra uns pode não ser merdas pra outros, vou deixar isso pra lá.

 " Quem tem teto de vidro, não joga pedra no telhado do vizinho", quem nunca escutou algo do tipo? Contra-indicado também se for de amianto e mesmo assim, ainda tem muita pedra voando por aí. O pior, é que geralmente, jogam pelas nossas costas porquê como merda pouca é bobagem, apesar de tudo, ainda 'rola' muita covardia.

Ainda existem aqueles seres sombrios, que posam de 'vítimas',invertem o babado, armam, manipulam e você é que fica mal na história, se bobear você pode ser até um anti-cristo, se a pessoa tiver boa interpretação num mundo sem personalidade, fundamentado na fofoca, no 'achismo',  no pode ser, quem sabe, todavia...

Quero falar de coisas boas e esse é um tema que me aborrece, pois quando escrevemos ou lemos sobre algo,acabamos pensando sobre e lembrando fatos que ligam ao tema e se não tomarmos cuidado, começamos a sentir pena de nós mesmos, a pensar nos FDP da vida ou a nos questionar se podemos ter sacaneado alguém ... por aí vai. Há coisas que não merecem se remexidas, mas usadas para se tirar lições e quando valer á pena, que seja para tentar corrigir erros.

 ' Zé Finish'! 

' Desnecessitada'


Essa necessidade de ser necessaria... aprendi que me bastar já é mais que suficiente. Ninguém me merece tanto.    

Gastei muito tempo em minha vida, pensando mais nos outros do que em mim, percebi que me esqueci e aprendi que ninguém valoriza quem se esquece. Melhor pensando, pura babaquice! Esquercer-se de si por alguém é a coisa mais idiota, como valorizar gente assim? Nem as próprias pessoas por quem você se esqueceu,acham que merecem tanto...
 Agora, idiotice sim, fraqueza não. É preciso ter um puta culhão pois sofre as 'rolhas' e ainda ter que segurar a onda e tudo por medo daquela pessoa não voltar. Hoje, estou longe disso, percebi que não existe 'perder' alguém, é aquilo, se perdeu, é por nunca ter sentido algo real à você. Quantas vezes, me castrei ou não falei o que devia para não magoar, não cair mal ou por medo de perder uma pessoa. Descobri que a pessoa perdida, foi eu mesma.Não fui o que podia ser para mim mesma, talvez tivesse evitado muitos sofrimentos na época... mas essa página em branco foi virada, bom para refletir e escrever um post.Pois, ao contrário do que se deve pensar diante disso, não guardo rancores e nem mágoas, mesmo porquê, tenho consciência que só eu fui culpada e é aquilo : ' FUI', não fico me martirizando, nunca esteve nos meus planos também,procurar divâ quando se tem as respostas. Guardo sim, um amor e este, faço questão, pois quando se é capaz de amar assim, assassinar isso chega até ser um pecado hoje em dia, diante de tanto amor falso ou ilusório. O " Eu te amo" virou frase banal e fácil demais de se dizer, para enganar e se enganar também.

O bom disso tudo é ressuscitar com toda força acumulada e anotações acrescentadas da vida no bolso da roupa surrada.
Tudo que é breve, é porquê é fugaz e se boicotar passa a ser um crime contra si mesmo, até  irreversível e ninguém merece ser tão idiota. Como também não quero pra minha velhice, padecer de depressão da culpa do que eu poderia ter deixado que fosse ou do que eu queria e não fiz.ou não disse. E, se culpar pela culpa dos outros é uma 'idiotice-mor' que nunca foi a 'minha praia'.
Não se amadurece com a idade ou com vastas experiências, mas com o que se dispõe a aprender diante da vida. Sendo atento, se descobre muito em poucos, mas sábios detalhes. A natureza é sábia, mas a do ser humano, depende muito dele e mesmo assim, morremos sem saber, além de tudo que podíamos e deveríamos saber.

05 dezembro, 2012

04 dezembro, 2012

Quando a vida tem menos valor que a vaidade

Fico lendo sobre essas notícias de mulheres, que atrás de satisfazer apenas a vaidade, se  arriscam em mesas de cirurgia. Hoje, li que faleceu outra e que um número relevante procura por essas cirurgias.
Acho que aquele clichê cultuado para justificar algumas merdas o tal " o que importa é ser feliz!" não anda sendo honrosamente interpretado. O que importa  'mermo' é aprender a ser feliz como é, isso se chama 'se gostar'. Òbvio que todo mundo quer melhorar algo e melhorar é preciso sempre, pena que algumas não priorizam assim o lado interno, mas ok, por quê não? Afinal, vaidade faz parte do ser humano, preocupante quando passa a ser 'over'. Pôr a vida em risco, ao meu ver, é o cúmulo da insegurança humana. Chega a ser doentio essa busca pelo corpo perfeito, esquecem-se que mais forte que a aparência, é a química e sem química, não rende.  Agora, se facilita? claro, mas o que adianta estar linda e ser burra  ou ciumenta demais, ou frígida ou chata demais, ou grossa demais, ou ser daquelas desequilibradas que gostam de barraco e platéia.
È preciso se preocupar não em acontecer, mas em ser e é isso que marca boa presença.
Não sou perfeita, muito menos ideal, ainda mais uma 'expert', mas tento ver o óbvio e por isso, procuro prestar a atenção em trabalhar o que posso melhorar sadiamente, principalmente, dentro de mim; tentando acertar e sei que tem coisas que faltam, mas pelo menos, estou tentando.A vida me é muito valiosa e já passa  rápido, me podar de viver ou me arriscar só por acreditar que devo ficar bem para os outros, me é algo que beira o surreal. E se alguém me responder que se priva de viver ou se arrisca apenas por ela 'merma' Oo me  'exprica' que não vi nexo.

Não entendo uma pessoa transportar pra outros o termômetro da sua auto-estima, é algo caótico de enxergar a vida e de se vê.  È dar importância demais para o que ou quem não vale, é pensar estar por cima, se pondo abaixo.
E vou te dizer,  precisar de opinião alheia, ainda mais num mundo competitivo, em que tudo vira ameaça ou motivo de recalque e por isso, existem mil almas negras querendo que você se lasque para duas ou três abençoadas que jogam limpo contigo...rs Nem vou entrar muito nisso, pois ando meio equivocada com certas coisas que me aconteceram irrelevantes ao nosso tema e não quero tornar essa prosa pessoal.

Bom, acho que o que somos por dentro reflete muito por fora, seja através da vibração, da expressão, do brilho, do 'up'... O importante é almejar uma alma feliz, generosa, segura, divertida; onde a vaidade sadia seria a cereja do bolo.

27 novembro, 2012

O retorno do velho desafio literário

O velho livro 'A Era da Incerteza' é um mimo herdado da minha irmã, na época da 'facú' e que só agora resolvi encará-lo todo.Á partir da pág 70 (confesso que nunca fui tão longe nele e já pode ser um bom sinal...rs), dei de cara com  Karl Marx e não vou mentir que não está dando vontade de pular o capítulo.


26 novembro, 2012

Não 'bosta' ser segunda, tem que piorar

Juro que eu tento ter uma disciplina zen, tento compreender, ponho na minha lista :'suportar pelo menos um alguém inacreditavelmente débil hoje', pra ver se faço um acordo com alguns pecadinhos meus na hora que a minha alma for 'cantar pra subir', mas 'putz',existe uns tipos ninjas que conseguem driblar o seu bom humor. Parece que ainda escolhem o pior dia, a pior hora, o pior jeito de se falar...  Bom, não deu outra, mandei.




24 novembro, 2012

Corpo moído

Ontem resolvi acrescentar asanas novos à minha série de yoga, o que me fez acordar hoje sentindo o corpo sovado e passado num processador.
Mas não fugi  da flexão de todo dia, quero fortalecer braços  para facilitar num asana que tornou-me um desafio, o bakasana ou crow pose.




Ponto fraco chamado poesia



Quando tiver sessenta

Emociono-me com as minhas poesias, mas essa me pegou e acabei  em lágrimas. Acho que se eu publicasse um livro de poesias, eu seria a leitora mais assídua...rss





20 novembro, 2012

'Sinucamaníaca'

Primeira vez que vejo direito o 'Encontro com Fátima Bernardes' e dei logo de cara com um tema que é paixão antiga: sinuca.
Aos quatorze anos, meus pais ganharam uma mesa de presente, de um amigo do meu avô para a casa de veraneio recém-construída e foi amor a primeira vista, digo, tacada. Lembro-me de carregar namorado pra ficar sentado no boteco em Cabo Frio,o antigo 'Tartaruga bar',enquanto eu me acabava aceitando umas apostas e engordando a mesada  jogando 'mata-mata' e tomando, acreditem, Catuaba...rsrs... bons tempos! Eu já não era muito normal desde essa época...rss  Aliás, esse papo deixou vontade de conhecer o tal 'Sinuca da Lapa' ^^

15 novembro, 2012

Reeleição de Obama e o medo do 'Fiscal Cliff''


Muito se especula  e se fala nesse país , mas as eleições dos EUA renderam algumas que quase caí para trás. Primeiro, li que Obama foi eleito por minoria, depois li que foi pelos Estados de maior índice de negros, pois os brancos não o queriam mais, li também que foi eleito por causa do carisma ;ainda numa outra fonte, que as mulheres o elegeram só por defender aborto e por a entenderem...'Gentem' !!! OO não veêm que não bate isso? EUA está passando ainda pelos reflexos de um aperto econômico filho da puta  e 'minoria', do jeito que venceu? Bom, não sou jornalista, mas resolvi a ajudar nas informações e fui atrás de uma fonte mais segura para confirmar,a minha irmã, cidadã americana e que trabalhou na Globo News, para ajudar nos detalhes. Então vamos lá:

 Para o candidato ganhar a eleição lá, ele tem que ter, no minimo, 270 votos eleitorais, então  votos eleitorais dos Estados da Virginia (13), Ohio (15), Carolina do Norte (15) &, especialmente, Florida (29) são cruciais se os candidatos estiverem 'empatados'. Esses Estados são os que tem maiores quantidades de votos eleitorais, então  normalmente o resultado da eleição cai nesses Estados. Esses Estados  que 'decidem'. No topo disso, esses Estados são republicanos, então a margem de um democrático ganhar os votos eleitorais desses Estados é pequena.  A Florida tem peso enorme no resultado , pois é  o Estado com maiores votos eleitorais ( foi  a Florida que deu a eleição para o Bush novamente em 2004, quando ele estava empatado com o Kerry). Bem, Obama nem precisou da Florida!... OO  No total Obama teve 332 votos eleitorais e o Romney 206. Ohio & Virginia votaram para o Obama. O resultado da Florida saiu dois dias depois que o Obama já tinha sido eleito e acabou ganhando a Florida tb! Então, pelo numero de votos eleitorais que o Obama ganhou, já percebe-se que não foi minoria... rss. 

Alguns tinham medo de votar no Obama, não por ser negro (logico que algumas pessoas broncas que moram no interior do Kansas, por exemplo, gostam de brancos ),mas por causa da gigantesca recessão econômica que vai entrar em vigor no dia 1 de janeiro se o Congresso e o presidente não entrarem num acordo para evitá-la. Como se sabe, todas as decisões do presidente tem que passar pelo congresso para serem aprovadas. No congresso de lá, a maioria é republicana e, como todos sabem, Obama é democrático  então  logicamente, têm visões completamente diferentes com relação a muitas coisas: seja aborto, latino, gay e, especialmente, economia. Então  as pessoas que votaram no Obama em 2008 decidiram votar no Romney apenas por ele ser republicano e entender de economia, , consequentemente, teria mais chance de se lidar com o congresso para evitar a recessão econômica - morou? ;)

A minha irmã como muitos, torcia pelo Obama, não por ele ser um cara legal , carismático ou democrático,  mas porquê o plano econômico do Romney não tinha como funcionar. A ideia que o Romney apresentou para salvar o país da recessão embora fosse ótimo, não conveceu. Acharam que não tinha como se realizar; por ser impossível, e pura utopia. Agora, se o plano do Romney tivesse como pôr em prática, não só minha irmã votaria nele, como talvez ele pudesse  até ter ganho e apesar do conservadorismo relacionado a casamento de gay, aborto, estupro e questão latina. Até pessoas que são republicanas votaram no Obama  devido as tais falhas no plano do Romney .

Estão dizendo lá, que a recessão que o país corre o risco de entrar em janeiro, poderá chegar a Grande Depressão de 1929. Denominaram essa recessão de 'Fiscal Cliff' e isso, sem falar na economia mundial. Estão chamando o 'Fiscal Cliff' de 'Furacão Sandy' da economia. As bolsas de valores em Wall Street já estão caindo terrivelmente, pois os investidores estão segurando e estão com medo de investir por não saberem o que vai acontecer em janeiro. Obama está trabalhando em um plano para salvar o país do 'Fiscal Cliff' e vai mostrar ao 'chefe' do congresso (republicano) semana que vem para saber se pode ir à votação  Antes do congresso votar sim ou não ao plano,tem primeiro que passar pelo 'chefe' do congresso. 

E, a eleição não foi somente por causa das mulheres de terem direito a aborto ou os gay poderem casar… é muito mais que isso. O buraco eh mais embaixo  $$$$$$$$$$$$$$.
...rsrsrs

Espero que tenha ajudado aos interessados =)

13 novembro, 2012

Documentário: Fotógrafo de Guerra (James Nachtwey)


"James Nachtwey é um fotojornalista americano que cobriu, nas duas últimas décadas, a maioria dos conflitos armados. Este documentário explora a visão de Nachtwey quando captura as imagens do caos e da destruição da guerra."
Filmes como esses me fazem admirar mais alguns desses fotógrafos e sobretudo, pensar e repensar. O mundo sai do umbigo, toma loucas proporções em que se vê diante de uma realidade impactante e descortinada, julgando por si só a sua vida como um nada, um algo inútil, medíocre... Inquieta a alma e passa  a se perguntar o que até então não queria saber.Tanta coisa que se transforma  nessa fração de segundos, em mera qualquer coisa  sem o menor nexo. A paz nunca foi tão cara...  Quanta coisa se começa a enxergar e outras tantas a odiar... Quantas forças para respirar fundo e voltar a acreditar.
É assustador o quão pode se tornar a capacidade sem limite de crueldade e covardia. Dante, reescreveria o Inferno e o Purgatório.

An American Journey In Robert Frank's Footsteps

Documentary

Trailer

Armado com uma câmera de vídeo digital compacta e inspirado pelas viagens do fotógrafo suíço Robert Frank , o cineasta Philippe Séclier faz uma viagem de 15.000 milhas através dos Estados Unidos.

   
*Robert Frank (nascido em 9 de novembro de 1924, Zurique ), é uma figura importante na  fotografia americana. Judeu, emigrou para os Estados Unidos em 1947, e conseguiu um emprego na cidade de Nova York como fotógrafo de moda para 'Harper's Bazaar' . Com uma câmera e financiamento de uma bolsa da Fundação 'Guggenheim', Robert Frank cruzou os Estados Unidos durante 1955 e 1956, que resultou no famoso álbum" The Americans".

'O impacto do livro de Robert Frank "The Americans" e sua influência na fotografia dos anos 60.' :


Fontes:
http://www.atgetphotography.com; 
Wikipédia;
YouTube
Imgs: net


12 novembro, 2012

A Foto Frustrada

Img/google


Episódio 1- A chegada

Passava um pouco das cinco da tarde, olhei o céu e lembrei que poderia ter ido um pouco mais tarde devido ao horário de verão. Fiquei fazendo hora no carro mesmo, aproveitei para checar a câmera e  observar os arredores. É uma praia bonita, mas poderia ser mais valorizada, afinal, é o mais belo crepúsculo de Cabo Frio. Lembrei-me quando passava criança por aquelas bandas, quando visitava a cidade nos fins de semana. A rua ainda de terra batida, a igreja era uma capela que compunha uma charmosa vila de pescadores, combinava harmonicamente com a natureza do lugar. Charme longe do que se é agora... fiquei pensando como o crescimento pode ser retrógrado quanto a isso. Hoje, a capela se transformou numa igreja maior e mais 'estilosa', deformando a paisagem. As casas, sem o menor planejamento,  foram se transformando conforme o crescimento da família, deu um ar de menosprezo e desleixo ao local. Como se perde turisticamente aqui...Vi um deque de madeira um pouco adiante, peguei a máquina e desci do carro para ir lá ver, gostei; pelo menos numa coisa acertou-se ali. Tinha uma corrente com cadeado impedindo a passagem, mas um morador disse que podia passar mesmo assim então, claro que pulei a corrente e fui conhecer melhor o deque. Enfim, algo harmonioso para a merecida praia, que na verdade, apesar de se chamar 'Praia do Siqueira' é uma grande lagoa. Olhei o relógio, nem eram cinco e meia, a hora passava a lentos passos, mas o sol já ia mostrando sinais  de que queria se pôr e é uma foto que vale a pena. O que são umas horinhas perto de outros sacrifícios que um fotógrafo é capaz de passar atrás de um clique perfeito.
Assim que comecei a fotografar, cismei de registrar pássaros, fiquei horas procurando dentro do mato e sendo devorada por mosquitos que mais pareciam hematofagos vindos da Somalia. Quando enfim avistei o que me parecia um sabiá, quase nao me contive de ansiedade, mirei a máquina e cadê? voou. Obvio que desisti.

Mas, voltando ao assunto da Praia do Siqueira, fiquei pensando em como o Brasil nao explora bem os seus belíssimos recursos naturais, enquanto há países que sabem aproveitar de forma peculiar. Para o escritor Alfred Hitchcock, o pôr do sol mais bonito é o de Zadar, a quinta maior cidade da Croácia, quem sabe, ainda possa planejar doze horas de vôo só para fotografar o célebre pôr do sol. Conforme li, ninguém pode passar por essa vida sem conhecer esse  famoso crepúsculo e ouvir o seu ' sea organ' (órgão musical), um tipo de instrumento musical, de alguma forma produzido pela engenharia hidráulica da vasta escadaria, a qual, pode se sentar para apreciar, como dizem, o sol 'cair' no mar. Alguns descreveram esse som como semelhante ao som da flauta , ativado pelo movimento das ondas, imagine que espetáculo. O Brasil  até que podia valorizar a sua vasta e riquíssima natureza, mas não há consciência ou empenho... uma pena.
'Investir em bom turismo, rende bons frutos', começou assim a minha primeira aula de Marketing quando eu fazia Turismo na Estácio, a voz mansa e grave do professor aquietou a turma. O mesmo professor que fazia questão de enfatizar que é preciso manter as características do lugar e saber explorar isso.  Caso eu mostrasse a ele, uma foto da Praia do Siqueira quando eu vim criança e outra do que vi dias atrás, com certeza, as usaria em aula como exemplo do que é um desperdício turístico.
E pensei no esgôto, no quanto poderia estar sendo desembocado naquela lagoa...  comecei a imaginar aquele sol se pondo sôbre um composto líquido enriquecido de coliformes fecais... coisa mais dura de se pensar... o meu olhar diante daquela lagoa mudou, ganhou um ar penoso...
Como o tempo passa quando a mente vagueia, já eram cinco e quarenta

Episódio 2- A espera

Como queria esperar mais um pouco, pelo menos entre seis e sete (pelo horário de verão), fazia questao do momento certo, resolvi sentar num dos quiosques e pedir uma água de côco. Um senhor de ar despreocupado, de idade já avançada, tomava a sua cervejinha gelada na mesa do lado, as rugas eram bem fincadas, típicas de pele sofrida pelo sol e devido a própria idade. O cumprimentei e  perguntei se poderia tirar uma foto, mas ele riu e  muito simpático, brincou que já passou dos tempos de 'gatinho', que eu ia estragar o filme da máquina, que foto fica bonita com gente jovem... Justificou -se com o maior motivo de eu querer fotografá-lo, o tempo. Como explicar a ele, que seu rosto expressivo, envelhecido e queimado de sol, é que faria uma bela foto. Preferi nao insistir.

Mais adiante, um pescador ali, parecia consertar uma tarrafa. Estava sentado num banco, com certeza, trazido da casa em frente. Lembrei o que meu avô disse-me uma vez, que 'tarrafear' requer muita prática e pelo que vi com aquele pescador, muito tato para consertá-la também.
Estava querendo me lembrar o nome daquela igreja... uma amiga minha, da terrinha, tinha me dito quando soltava o verbo falando certa vez da obra da igreja, mas sabe como é dirigir com preocupação  com hora em trânsito chato com alguém tagarelando do lado, mesmo que o papo esteja interessante, se ouve apenas qualquer coisa, pelo menos, comigo é assim.  Mas, nao hesitei em perguntar e conforme o dono do quiosque, eh a igreja de Sao Pedro, nada mais previsto.

Bom , já havia um tempo naquela tarde, que eu já tinha percebido um ventinho, olhei para o céu ressabiada, o sol que estava mais baixo, sumiu e que nuvens eram aquelas? o céu começou a ficar diferente... lembrei-me do passaro.
O senhor da mesa ao lado, o que não se deixou fotografar, nao titubeou em  mandou um : " Sei não eim, isso é vento de viração!"
E ele tinha toda a razão.Terminei a água de côco que havia pedido, voltei para o deque e comecei a torcer para que aquele vento desvirasse e levasse as nuvens para bem longe. Cabo Frio tem disso, muda o vento de repente e comecei a torcer pelo nordeste, pois era só o que me faltava naquele momento. Pelas previsões, era para estar chovendo por aqui desde o início da semana e ao contrário do que se esperava, o tempo ficou firme na cidade. O que me levou esperançosamente, a achar que poderia ser só uma artimanha do vento e quem sabe, o céu arreganhasse um lindo sorriso pra mim novamente. Afinal, nenhuma Lei de Murphy seria tão imaginativa.

Episódio 3 e último- O céu

Dito e não feito. Embaçou o tempo. Eu esperava uma bola de fogo num céu em tons degradês, do vermelho ao amarelo dourado passando por laranja e salmão...  mas, naquele momento, de rosáceo foi para um tom de cinza quase chumbo.
O vento aumentou, as águas da lagoa se encresparam e  já estava fazendo frio.
Quando não deu mais sinais pra acreditar que ainda veria  céu limpo e sol deitando no horizonte, resolvi ir embora e deixar para uma próxima.  Entrei no carro e vim pelas palmeiras, beirando um outro lado da lagoa. Resolvi  passar logo na padaria e trazer pães para o lanche. E é aquele pão que fazem com gingerlim em cima que adoro.
Ainda com aquela impressão de missão não cumprida, retomei o meu rumo. Notei que embora ainda ventasse, tinham menos nuvens e não estava mais com aquela tremenda 'cara' de chuva.
Chegando na reta de casa, louca por um cafe para tomar com o pao, mais um fato inesperado, o tempo resolveu abrir... do nada. Olhei pelo retrovisor e deu para perceber o céu avermelhado para os lados da Praia do Siqueira. Foquei no cafe.



Enlouqueci

Cismei com uma das músicas que mais gosto e não me canso de ouvir, virou trilha sonora de cama, trabalho, cozinha e despertador, acordei com ela. Em falar em cama, nada de cinco e meia da matina, nada de caminhada ou yoga matinal hoje, resolvi rolar nela até 'inda' agora só pra sair da rotina. Vésperas de feriado na cidade, filha sem aula na semana, Mac estacionado, dia lindo... então, por que não? em tudo na vida, 'mermo' com pouco sempre fiz festa, imagina assim  ;)  E,depois desse 'findi', ainda não quero saber de nada, nem hora. Pus minha alma ao relento e eu, propositadamente, fora do meu jeito. Quero estar enlouquecida 'mermo', colocar a 'merma' música  dez mil vezes  e nas alturas por estar a fim e pronto. Falar 'merda' pra chorar de rir, fazer bagunça em família, experimentar receita, virar meu jardim de cabeça pra baixo ... ;) E foda-se toda a encheção de saco, pelo menos por hoje...rss
Aqui, embora não sendo um homem solitário e não ter nada de tão especial, a minha trilha sonora que baixei em todas as versões, até no rock do HIM. Na versão original que eu  já tinha em cd, do galante autor Neil Diamond . No timbre grave de Johnny Cash e agora no ritmo 'caliente' do surfista e talentoso cantor Chris Isaak, aliás, que adoro.

06 novembro, 2012

'Véi' na bôa

Quer apaziguar a mente? nem pense em ouvir mantras, na terceira música o tiro já sai pela culatra e se tem a vontade de matar alguém, a começar pelo próprio autor do mantra.


04 novembro, 2012

Celebrando Beltane 2012

Cardápio: Macarrão ao molho de shitake e vou lhe dizer, caprichei no gosto,tava uma delícia! A sobremesa, fomos de fruta mesmo, ainda compramos uns petiscos pra ver o mengão jogar... Enfeitei com toalha salmão, aproveitei a cor das minhas almofadas pra aproveitá-las na varanda e compor um clima aconchegante, com cara e cor de verão.A celebração na verdade, deveria ser no dia primeiro de novembro, mas enrolou o meio de campo e adiamos pra ontem.

São noites extrovertidas regadas a receitas, música, bate papo, reflexões. Adoro essas celebrações em que tenho um bom motivo de ir pra cozinha, enfeitar a casa, esquecer os 'pepinos' do dia-a-dia...  o espírito fica leve e em tom de alegria para afastar as negatividades.


Beltane, é uma dessas celebrações celtas que se tem ao longo do ano para festejar ciclos (estações do ano, solstício, equinócio). No hemisfério norte comemora-se uma outra dessas celebrações, o Samhain, mais conhecido como Halloween, fantasiosamente e divertidamente chamada de 'dia das bruxas' nos Estados Unidos. Como o nosso verão, aqui no hemisfério sul, começa agora, trocou-se os festivais e festeja-se o Beltane que marca o início do verão. 

Bom, como to morando numa cidade de interiorrrr e ainda tomada de crentes em sua maioria , então já viu né? Rss...  juntou preconceito com 'achismo' e 'atrasismo'... Ainda mais num país que não lê e alguns ainda lêem errado. Então, faltou-nos quem convidar aqui, acabou sendo só pra nós dois , o que fez virar um jantar romântico ;) Como sempre diz namorido: " Tudo me diverte"...rs
Agooora,se fosse no Rio seria ruim de alguém perder um bate papo com 'comes e bebes' então...rs. Lembrei-me agora das festas e reuniões que fazíamos no apartamento na Tijuca, um ponto de encontro em que muitas noites terminavam e amanheciam na jogatina...rs Deixando claro que não haviam jogos com apostas em dinheiro, apenas diversão mesmo. Sinto falta disso do Rio, em muita coisa a cabeça é outra... Por outro lado, aqui a praia pra mim é mais perto...rs

(Fotos de  A. Nogueira)









Perfume de gardênia

























Mais conhecida como jasmim-do-cabo, será a mais nova integrante do meu jardim.Trouxe ontem do horto e plantarei hoje, aproveitar que o tempo tá ajudando.
Planejando em plantar do lado do estúdio e como a janela do meu quarto também dá para o mesmo lado, vou acordar e trabalhar muito bem inspirada =) Há, dá em vaso viu, mas onde pegue sol pleno ;)



(Fotos de Ana Claudia Lara)

03 novembro, 2012

Devaneios futuros

Engraçado, não penso em um dia escrever um livro de poesia... E se vier a escrever um livro, com certeza sobre alguma questão humanitária como a problemática do Tibet ou algo assim...Talvez, a biografia de alguém que tenha feito um ato heróico.... O Brasil é rico em inspirações pra se escrever, por exemplo, esse tipo de coronelismo que ainda existe aqui, a compra de votos, a passividade dos novos tempos... por aí. rss

02 novembro, 2012

Relembrando a maratona Cat Power

Feriado de sexta feira com chuva fina... o que não é de estranhar num 2 de novembro.
Agora é almoçar fora, voltar pra casa e passar o resto do dia jogada com pensamentos soltos, curtir mais um pouco o cd da Cat Power... e a noite, quem sabe.

.

=]

31 outubro, 2012

Beltane

Amanhã é dia de me concentrar no cardápio e em muita positividade.
Novo ciclo, novas escolhas... dessa vez eu quero é mais!


Maquinando...

Calor.... calor....calor... 10.000 x calor!!!
Pensando em abandonar o rango, comprar lazanha pronta e aproveitar o tempo de almoço pra dar realmente um mergulho na praia =)

27 outubro, 2012

Repúdio

Revoltada com esse descaso com a violência no Brasil e com a pouca vergonha das leis brasileiras. Um país que mais passa a mão na cabeça a preço de votos do que qualquer coisa.

23 outubro, 2012

Feelings...

Arredia hoje... Intolerante com coisas incabíveis.
 Preferindo recolher a minha 'ignorãça' rsrsrs.

20 outubro, 2012

Lei de AC.Lara...rs

Em falar em pinto pequeno (post abaixo), a Lei de Murphy sumiria perto de uma Lei de AC.Lara...rs. Sou as vezes,  tão predestinada que deveria ter Lei própria...rss

Falta de tú, vai tú?

 Eu não só vejo, mas leio ou fico sabendo cada coisa de petrificar Medusa...rss Sinceramente, anda uma mulherada se desprezando tanto ou sei la´na penúria por sexo 'mermo', que chega ao ponto de se entregar pra qualquer coisa...OO... e não vem com a desculpa clichê de que bebeu muito não, que essa, ouço desde meus dezoitinho...rsrsrs...
Aliás, já acho lamentável mulher bêbada, se uma mulher não se põe num certo patamar, ninguém a verá lá. Uma vez na saída da Pacha, presenciei uma mulher que depois de vomitar, completou o show caindo, rindo  e escancarando suas partes íntimas pra quem quisesse se servir, não tem aquele vulgo ditado: ' cú de bêbado não tem dono'? pois é... absurdo!


Codinome.

Prazer  Faca amolada  ;)






19 outubro, 2012

Expressão irresistível.














Esbarrei-me com essa imagem numa mensagem de email e me apaixonei, emoção a primeira vista! Não sei quem clicou, infelizmente, se alguém souber, me fala.

Falta nó.

Pendências da vida, sempre atropeço nelas...

Quer saber, deixa se lascar...rs

Preciso trabalhar mais essa minha mania de achar que posso ajudar ou consertar o mundo...rss Preciso aceitar que tem gente que quer continuar torta ou batendo cabeça. Já sei que não sou  porra nenhuma pra  meter o nariz onde não fui chamada, muito menos, dona da verdade, que aliás, não existe.Mas, sabe quando você aos 4.5 vividos já saca onde vai dar muita coisa?  Pois é, isso me dá um nervoso..rss

Umas coisas nessa vida já peguei, como por exemplo, não bater de frente nem com filhos adolescentes e nem com o sexo masculino, que tem jeitinho de lidar e conseguir o que se quer deles sem precisar dar crises...rs. Aquela coisa também,de desconfiar de quem só critica ou fala mal dos outros... Há , abrir o olho com mulher competitiva, talvez você se pergunte: e homem? explico que mulher pode ser maquiavelicamente mais estratégica e sendo cruel, pode ser pior que homem quando a vitima é feminina...rss  Fácil de se aprender isso,quando se trabalhou anos em lojas femininas com o agravante de ter tido que gerencia-las depois, anos que me renderam um deficit bioenergético, físico, mental e de saco...rss
Aprendi também a observar e desconfiar de falsidade. E sabe, o que ando notando e sentindo, é que embora a falsidade, seja odiosa e odiada, muitos acham que precisam dela. Afinal, amigos falsos não magoam, os de verdade sim. O que me faz sair de vilã...rss pois, não consigo ver uma pessoa que poderia  estar bem, ficar mal ou se lascar , sem ao menos aconselhar e é aí, que o bicho pega...rss Tentando melhorar, estrago...rss Não tenho o ideal jeitinho, se realmente existe, pra 'mandar' um tá lindo em algo que tá uma merda. Acho, que pelo simples fato de eu não ser muito fã  de ver alguém bancar babaca e, de gostar que joguem limpo comigo também. Lembrei daquela velha frase por aí. que é mais ou menos assim, se não for corrija-me :" Corrija um sábio e ele pode ficar mais sábio; corrija um tolo e perderá a amizade."
Tá, eu não gosto de ouvir o que não quero e ninguém gosta, tenho medo de certas verdades... mas é óbvio, que se eu não ouvi-las, não as saberei. O máximo que pode acontecer, é eu discordar ou repensar a vida. No meu pensamento, sem as críticas construtivas, não se avalia.

Parando por aqui por causa da hora, até que para um assunto banal, rendeu o post...rss

Meu 'up' matinal de seg à sexta...




Nesse caso, vale a pena cair da cama pra cuidar de mim =)

18 outubro, 2012

A minha semana se chama Cat Power...

I Don't Blame You

Speak For Me:  Album: 'You Are Free'



E por aí vai... São dois cds que tocam e repetem meus dias.
Bom,das duas,uma.Ou eu tomo asko ou eu vicio...rss
 

Enfim...

Chegando de um calor dos infernos na rua.Vou acabar de checar emails enquanto o corpo esfria e me jogar num banho frio, só assim para amenizar a temperatura do corpo.Ainda vou fazer almoço: Carne sêca com abóbora ^^

17 outubro, 2012

Ah não...

A minha máquina de lavar anda querendo se jogar do telhado... rss Mas, nem pensar agora, to dura.


15 outubro, 2012

Segunda feira...

Entre uma coisa e outra, uma enorme preguiça. Será o dia ou o tempo?

Um bônus no domingo


Ontem ouvi esse '#ficadica' de um senhorzinho 'caboco' arretado e risonho:

"Pra sabê se uma pessoa é risonha 'da' vida, o 'esprito' 

de  sê dela, é só contá piada, 'essa moça', 


é batata, num é não?"

E deu uma risada enquanto me passava o saco de mandioca.

Seu Zé é como um personagem antigo e bem rústico, daqueles raros de se ver numa cidade do interior como essa.Trabalha anos na feira aos domingos, vende mandioca do próprio roçado. Tem orgulho de dizer que apesar da idade, ele próprio planta e que os filhos não são como os filhos de outros tempos, como ele, que acordava com o sol pra pegar na enchada. 
Sempre que vou na barraca dele, ele  tem um 'causo' e um sorriso desdentado acolhedor.
Essa pérola foi ótima, soltou depois de eu ter perguntado o porquê dele ter me dito que sou 'risonha da vida', gostei, embora eu e meu namorido tenhamos pensado junto: " Não conhece naqueles dias"...rss
Sabe de uma coisa, quando se fala com essas pessoas ditas simples, por serem da terra, se extrai coisas q não tem preço.
Agora, vou concordar com seu Zé, existem sim pessoas não risonhas, as mal amadas, que só contradiz por contradizer o que se fala, levam pra outro lado, não sorriem com vontade, não se descontraem... a famosa pessoa tipo  'corta barato'...rss  Que não são gentis, simpáticas , enfim,'risonhas da vida' ou seja, felizes. Ainda mais em casos de piada, quantas vezes vi filho  de português contar piada de português...rss 
A vida não se leva como se fosse uma mala pesada, pelo contrário, o peso da mala nós é que fazemos e muito menos, é pra ser levada ao pé da letra.


Sabe o que isso me lembrou? O saudoso seu João, um muito amigo e de muitos jogos de buraco do meu também saudoso avô. Numa tarde, estavam ele e meu avô num dos costumeiros jogos de buraco, enquanto eu, adolescente, soltei uma resposta atravessada para a minha avó (coisas de aborrecente deixando de ser aborrecente), devido a um comentário que nem lembro mais e daí ele disse, sem perder a vista das cartas:

"Vou dizer uma coisa que digo para os meus sobrinhos, só tem três tipos de pessoas que levam a vida em ponto de faca: o fanático, o tendencioso e o masoquista, abra seu olho." 

Marquei isso por três motivos: Um, ele ria alto e falava pouco. Dois, pela vergonha que me deu, na época, de ter sido 'chamada a atenção' ( outra coisa de aborrecente), ainda tinha sido a primeira vez que escutei 'tendencioso' e a primeira vez, nunca se esquece. 
Fora, a culpa que senti depois, de que podia ter realmente me excedido.
E três, a medida que fui crescendo, fui constatando essa verdade. O maior exemplo está do outro lado, as insanas questões do Oriente Médio.

Sobre ser ou não  uma pessoa 'risonha de vida', particularmente, acho que todos têm problemas,como eu também tenho, mas isso não me dá o direito de me tomar de um super ego e  pisar ou destratar, acabar com o dia de alguém, só pelo simples fato, do meu estar uma bosta. Uma coisa é você se retrair, ficar 'P' da vida e outra, é descacascar em quem não está com os seus problemas.



13 outubro, 2012

Entrevista: André Liohn ( I Love My Job)

Entrevista com André Liohn, fotógrafo  ganhador do Robert Capa Gold Medal Award.


(img/Foto: Ramiro Furquim/Sul21 __http://sul21.com.br/jornal/2012/08/andre-liohn-me-considero-um-interlocutor-da-guerra/)


André Liohn é o único brasileiro e latinoamericano a receber o prêmio Robert Capa de fotografia. 
Web Analytics